728x90 AdSpace

Image and video hosting by TinyPic
Agora News
quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Saiba como projetar e calcular gastos com a implantação de segurança eletrônica


Amigos do clube do instalador, a abordagem deste post de como projetar e calcular os gastos com a segurança eletrônica deixará um pouco de lado as questões técnicas de equipamentos em si e daremos ênfase na questão de projetos, custos e infraestruturas que muitas vezes são abandonadas principalmente na construção dos imóveis.

Não raro um técnico chega ao imóvel recém construído para elaborar um orçamento e se depara com a total ausência de tubulações, caixas de passagem, distribuidores geral entre outros fatores necessários para a implantação dos sistemas de cerca elétrica, alarme, interfone, câmeras de monitoramento entre outros e a constatação vem a tona, terá de ser quebrado tudo para as instalações.

A dor de cabeça é grande e a briga com o construtor ou arquiteto bem desgastante pois ninguém quer custear obras civis, para que isto seja evitado (pelo menos no caso em que o imóvel foi adquirido na planta) é necessário projetar a infraestrutura e antever os gastos com os sistemas de segurança para não ser pego de surpresa e desprevenido financeiramente.

Saiba que hoje os sistemas de segurança eletrônica podem chegar a consumir um fatia importante no orçamento total do imóvel, chegam a comprometer até 7% do valor final do imóvel considerando infra estruturas, equipamentos, insumos e mão de obra especializada.

Obviamente que na questão do imóvel pronto não há muito o que fazer, pois o projeto ficou todo comprometido com custeamentos adicionais, porem caso o cliente proprietário tenha a possibilidade de acompanhar a construção de seu imóvel deixamos aqui algumas dicas relevantes para projetar e garantir os custos do sistema de segurança. não entraremos na questão de valores devido as variantes do setor como dólar e economia. e faremos menção apenas na porcentagem comprometida.


Projetando a infra estrutura do imóvel para os sistemas de segurança



  1. Elaborar junto ao seu arquiteto ou construtor a concepção para a implantação dos sistemas, consultando um especialista ou técnico de segurança
  2. Mensurar quantidade de pontos e sistema que serão aplicados ao projeto
  3. Desenvolver a planta ou croqui com as passagens,caixas e derivações
  4. Fazer os cálculos de infra estruturas como conduítes, suportes, distribuidores, cabeamentos, etc.



Quais sistemas de segurança devera ser aplicado



O proprietário deverá considerar seus argumentos sobre a necessidade de segurança e defini-las quais à utilizará


  • Cerca elétrica
  • Alarme Monitorado
  • Circuito Interno de TV
  • Interfonia ou Vídeo porteiro
  • Fechadura elétrica ou biométrica (controle de acesso)
  • Portões automáticos, travas magnéticas, sensores externos de iluminação
  • Iluminação de emergência e combate à incêndio


Projetando os custos com sistemas de segurança


Como dito anteriormente, o custo para implantação de sistemas de segurança podem consumir até 7% do total final da obra e a dica é criar uma planilha especificas com estes custos, considerando os seguintes fatores:


  1. Infra estrutura na questão civil (obras, pedreiros, cimentos, dutos)
  2. Insumos e periféricos (cabos, conectores, suportes, caixas de distribuição)
  3. Produtos e equipamentos (centrais, sensores, câmeras, hastes, fechaduras, interfones, etc)
  4. Custo de projeto (profissionais, plantas, orçamentos, consultoria)
  5. Mão de Obra (instalação técnica dos produtos)


Para facilitar e ajudar na elaboração de seu projeto de segurança estaremos disponibilizando em nossa página de downloads uma planilha especifica com os principais campos para calcular seus gastos com referências técnicas e indicações do setor.


  • Blogger Comments
  • Facebook Comments

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Saiba como projetar e calcular gastos com a implantação de segurança eletrônica Rating: 5 Reviewed By: Mauricio Pagliaccio